Fabio Alves

PENSAMENTO

desde que foi dado tal dom ao homem
as amarguras se abriram em flores
os reconditos da alma,
das esperancas se comem
 
porque daria sim o Criador tal dom ?
seria sim um dom ?
ou uma valvula de escape para um som ?
um som de angustia, uma musica de lamento
 
no que nao se daria como exercicio
de um espirito conturbado
um pensamento simples
um pensamento de morte
 
porque quando se pensa na morte
se pensa na liberdade
na liberdade de pensamento
porque morrer é viver
 
pensamentos vazios
pensamentos cheios
agruras alimentadas
decepcoes almejadas
 
por uma mente sem pensamentos
por uma alma sem desejos
por dias sem sol
sem luz, sem vida, sem cor
 
 Pensamentos....

 

All rights belong to its author. It was published on e-Stories.org by demand of Fabio Alves.
Published on e-Stories.org on 02.03.2009.

 

O autor

 

Comments of our readers (0)


Your opinion:

Our authors and e-Stories.org would like to hear your opinion! But you should comment the Poem/Story and not insult our authors personally!

Please choose

Previous title Previous title

Does this Poem/Story violate the law or the e-Stories.org submission rules?
Please let us know!

Author: Changes could be made in our members-area!

More from category"Lamento" (Poems)

Other works from Fabio Alves

Did you like it?
Please have a look at:

FRIO - Fabio Alves (Lamento)
Apocalypse now - Heino Suess (Lamento)
Tounge-Twisters - Jutta Walker (Geral)