Marta Sofia

luz

A luz caminha entre a escuridão
no meio da imensidão
no meio da solidão.
Pequenos reflexos brilham,
aqui,
ali,
reflexos não luzes,
mas a luz segue em frente.
Existe quem nao aguente
mas ela vai em frente.
Entre membros destroçados,
almas a pedir perdão
pelos seus pecados,
Demónios sem coração
sugam a sua bondade...
Mas a luz continua
no meio desta eternidade
à procura da felicidade
ou talvez de um pouco de sentimento sem falsidade...
 
Ou se calhar so de um pouco de alegria...

All rights belong to its author. It was published on e-Stories.org by demand of Marta Sofia.
Published on e-Stories.org on 30.08.2006.

 
 

Comments of our readers (0)


Your opinion:

Our authors and e-Stories.org would like to hear your opinion! But you should comment the Poem/Story and not insult our authors personally!

Please choose

Artigo anterior Próximo artigo

Mais nesta categoria "Emoções" (Poems em português)

Other works from Marta Sofia

Gostou deste artigo? Então dê uma olhadela ao seguinte:

Borboleta - Marta Sofia (Vida)
Good bye - Jutta Knubel (Emoções)
Love song - Mani Junio (Dia de São Valentim)