Flavio Cruz

O feliz casamento que nunca aconteceu

Não queria chegar atrasado, fazia muito tempo que não via a Maria. Sem problemas, porém. E ela era daquelas que depois de anos fala um “oi” de anteontem. Peguei a camisa xadrez que só tinha usado uma vez, um jeans de azul bem clarinho, dei uma penteada nos poucos e remanescentes cabelos, saí e comecei a dirigir.
Estava feliz em poder ver aquele sorriso gostoso de novo. Insuspeito, de uma malícia leve e sem maldade. Nunca entendi porque nunca nos apaixonamos, não nos casamos. Sempre nos demos tão bem. Poderíamos conversar horas sem cansar. Seríamos um casal perfeito.
De repente meu pensamento estava viajando. Me imaginei pedindo sua mão, ela rindo, a gente se casando. As imagens voavam em minha cabeça. Nosso primeiro filho, depois o segundo para logo ficarmos livres e viajarmos todos juntos. Imaginei o dia a dia, as refeições, as noites de papos intermináveis.
De um momento para outro, no entanto, me vi discutindo com ela. Ela chorando lágrimas amargas, embora eu tivesse certeza de que a razão estava comigo. Nomes feios, palavras duras que não queríamos falar. Tudo tinha mudado.
Entendi, então porque não nos casamos. Ainda bem!
Obrigado, Maria, por nunca ter casado comigo. Não sei como faria sem uma amiga como você!

 

 

All rights belong to its author. It was published on e-Stories.org by demand of Flavio Cruz.
Published on e-Stories.org on 18.08.2016.

 

Comments of our readers (0)


Your opinion:

Our authors and e-Stories.org would like to hear your opinion! But you should comment the Poem/Story and not insult our authors personally!

Please choose

Previous title Previous title

Does this Poem/Story violate the law or the e-Stories.org submission rules?
Please let us know!

Author: Changes could be made in our members-area!

More from category"Amor e Romance" (Short Stories)

Other works from Flavio Cruz

Did you like it?
Please have a look at:

O rei enlouqueceu - Flavio Cruz (Política & Sociedade)
A Long, Dry Season - William Vaudrain (Vida)