Flavio Cruz

Namorada politicamente correta

Minha nova namorada é toda política.
Social, compenetrada, compromissada.
Quis ser legal com ela, quis ser como ela,
estar por dentro, para ela me aceitar...
Falei: sou um comunista assustador!
Ela se alarmou e muito me preocupei.
Logo a seguir mudei de opinião:
Sou de direita! Ultraconservador!
Mais assustada ainda ela ficou.
Sem saber o que fazer, tentei mais uma vez:
Sou do centro, então! Bem centrado eu estou:
Nem socialista, nem capitalista,
muito pelo contrário, nem sei o que sou.
Fez uma cara de desprezo e, imediatamente,
me abandonou, não sem antes comentar:
Não tem vergonha de ficar em cima do muro?
Vá se entender essas garotas de hoje em dia...

 

 

All rights belong to its author. It was published on e-Stories.org by demand of Flavio Cruz.
Published on e-Stories.org on 07.08.2015.

 

Comments of our readers (0)


Your opinion:

Our authors and e-Stories.org would like to hear your opinion! But you should comment the Poem/Story and not insult our authors personally!

Please choose

Previous title Previous title

Does this Poem/Story violate the law or the e-Stories.org submission rules?
Please let us know!

Author: Changes could be made in our members-area!

More from category"Fantasia" (Poems)

Other works from Flavio Cruz

Did you like it?
Please have a look at:

O meu eu no espelho - Flavio Cruz (Geral)
The Power of Darkness - Ramona Benouadah (Fantasia)
Darkness of a way - Helga Edelsfeld (Pensamentos)